Índice

Os sintomas de um acidente vascular cerebral (AVC), também conhecido como derrame ou AVE, podem surgir abruptamente, e sua manifestação varia dependendo da parte do cérebro afetada.

Existem alguns sinais que podem auxiliar na rápida identificação desse problema, tais como:

Acidente vascular cerebral em mulheres: causas, sinais e sintomas

Quando se trata de um AVC, existem fatores de risco que afetam ambos os sexos, como:

  • Estar acima do peso
  • Falta de exercício físico
  • Pressão alta
  • Colesterol alto
  • Consumo de drogas, incluindo álcool e cigarros
  • Diabetes
  • Doença cardiovascular pré-existente

No entanto, as mulheres estão suscetíveis a outros fatores que aumentam ainda mais os riscos, como:

  • Gravidez
  • Uso de pílulas anticoncepcionais
  • Terapia de Reposição Hormonal (TRH)
  • Enxaqueca com aura (um tipo de enxaqueca com sintomas neurológicos, como distúrbios visuais e sensitivos)

Sintomas de um AVC

Os sintomas comuns a ambos os sexos são:

  • Entorpecimento e confusão mental
  • Problemas com a visão
  • Fraqueza e tonturas
  • Dores de cabeça súbitas e de causa conhecida

Entretanto, as mulheres podem apresentar sintomas únicos e incomuns em comparação aos homens. Conhecer esses sinais pode ser crucial para salvar vidas. Alguns deles incluem:

  • Desmaio
  • Falta de ar
  • Mudanças repentinas no comportamento
  • Agitação
  • Alucinação
  • Náuseas ou vômitos
  • Dor
  • Convulsões
  • Soluços

O que fazer em caso de suspeita

Em caso de suspeita de AVC, é recomendado realizar o exame SAMU, que consiste em:

  • Pedir à pessoa para sorrir
  • Solicitar que levante os dois braços
  • Pedir que pronuncie uma frase simples

Caso a pessoa não consiga realizar essas ações, é essencial deitá-la de lado em local seguro e chamar o SAMU, ligando para o número 192. Deve-se permanecer atento à respiração da vítima, iniciando a massagem cardíaca se necessário.

Remédio caseiro para prevenir derrame cerebral

Um remédio caseiro eficaz na prevenção do derrame cerebral é o consumo regular da farinha de berinjela. Esta ajuda a reduzir a taxa de gordura no sangue, prevenindo o entupimento das artérias por coágulos ou excesso de gordura.

Ingredientes:

  • 1 berinjela

Modo de preparo:

  • Fatiar a berinjela e assá-la no forno até desidratar completamente.
  • Em seguida, triturar a berinjela no liquidificador até obter um pó.

Recomenda-se consumir 2 colheres (de sopa) de farinha de berinjela diariamente, uma no almoço e outra no jantar, polvilhadas sobre o prato de comida ou misturadas a sucos, por exemplo.

Outras dicas para prevenir o derrame cerebral

Para potencializar os efeitos benéficos da farinha de berinjela, é importante adotar algumas precauções, como:

  • Evitar alimentos fritos e ricos em gordura, como manteiga, margarina, bacon, linguiça, carnes vermelhas e presunto.
  • Priorizar o consumo de legumes, saladas e frutas.
  • Evitar excessos alimentares.
  • Abster-se de refrigerantes e bebidas alcoólicas.
  • Praticar exercícios físicos regularmente.

Seguir essas orientações é crucial para prevenir o colesterol alto e a hipertensão, fatores de risco para o derrame cerebral.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *