Índice

Nosso corpo abriga uma vasta quantidade de micro-organismos, os quais coexistem conosco sem que sequer percebamos sua presença. Felizmente, esses seres são invisíveis a olho nu, o que nos poupa de se espantar com suas aparências assustadoras. Muitos desses micro-organismos desempenham papéis essenciais em nosso ciclo de vida.

Embora os micro-organismos presentes em nosso corpo possam ser repulsivos, é reconfortante não sermos capazes de vê-los sem o auxílio de microscópios ou outros instrumentos que nos permitam visualizar estruturas tão minúsculas.

Um desses micro-organismos, em particular, é conhecido como Demodex Folliculorum. Sua imagem ampliada pode ser extremamente assustadora, apesar de seu tamanho original ser inferior a 0,4 milímetros, tornando-o impossível de ser visto a olho nu.

Apesar de sua quase invisibilidade, esses micro-organismos desempenham funções importantes em nosso corpo e são nossos companheiros diários. Assim como os seres humanos, eles têm seu próprio ciclo de vida, nascendo, reproduzindo-se e morrendo em seus habitats, muitas vezes em locais que jamais imaginamos.

Esses micro-organismos residem nos poros e nas raízes dos pelos faciais, movendo-se livremente sem que percebamos sua presença.

No entanto, não há motivo para alarme, pois nosso organismo possui mecanismos de defesa contra possíveis agressões causadas por esses micro-organismos.

Indivíduos com imunidade comprometida podem apresentar sintomas como manchas vermelhas no rosto, conhecidas popularmente como rosácea, necessitando de acompanhamento próximo de especialistas para evitar seu agravamento.

Sintomas como coceira nos olhos, sensação de rastejamento, crostas, vermelhidão e visão turva podem indicar a presença desses micro-organismos. Caso ocorra a perda de cílios ou o aparecimento de caspas cilíndricas nas pestanas, a situação deve ser tratada com seriedade. A identificação e tratamento desses micro-organismos podem ser feitos por meio de visualização microscópica. Um vídeo detalhado sobre esses micro-organismos está disponível para visualização.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *