Índice

Presente na culinária brasileira há alguns anos, a cúrcuma é uma especiaria de origem oriental que também proporciona diversos benefícios para a saúde.

Além do uso culinário, há várias formas terapêuticas de utilizar esse ingrediente, como, por exemplo, o uso da cúrcuma para aliviar dores.

A cúrcuma é eficaz para o alívio de dores? Muitos estudos têm sido realizados recentemente para determinar sua eficácia na promoção da saúde, e os resultados têm sido bastante positivos. A curcumina é o composto bioativo mais importante presente na cúrcuma, conferindo-lhe uma coloração amarelada-alaranjada e um leve amargor no sabor. Esse composto possui uma ação antioxidante potente, restaurando a saúde das células e atuando como um excelente anti-inflamatório. Essa propriedade auxilia no tratamento e redução de processos inflamatórios que possam causar dor.

Dessa forma, o benefício de usar a cúrcuma para dores está relacionado à capacidade do corpo de entrar em um processo de cura, resultando no desaparecimento das dores.

Como usar a cúrcuma para dores? Existem várias maneiras de incorporar a cúrcuma na dieta diária. No entanto, para obter seus benefícios à saúde, é crucial manter um estilo de vida saudável, incluindo uma alimentação equilibrada, boas noites de sono, momentos de lazer e prática regular de atividade física. Cada aspecto do cotidiano influencia nas sensações de dor ou na ausência delas, sendo esse o principal objetivo.

Não é necessário utilizar a cúrcuma para dores como se fosse um medicamento. Basta adicionar esse e outros temperos naturais às refeições diárias, seja no arroz, no molho, na lasanha, na sopa, na carne, entre outros pratos salgados.

Além disso, se desejar incluir a cúrcuma além das refeições principais, é possível adicioná-la em vitaminas, mingau de aveia, salada de frutas e onde mais desejar experimentar. Essa especiaria altera o sabor dos alimentos, portanto, é recomendado adicionar aos poucos e ajustar conforme o gosto.

Outros benefícios da cúrcuma incluem a prevenção de câncer e doenças degenerativas devido à sua ação antioxidante, prevenção da artrite através de suas propriedades anti-inflamatórias e melhora das funções cerebrais, incluindo a prevenção de doenças como Alzheimer e Parkinson, e o aprimoramento da memória. Esses benefícios são alcançados quando a cúrcuma é integrada a um plano alimentar equilibrado e um estilo de vida saudável, com o uso regular, mesmo em pequenas quantidades.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *