Índice

O que você vai aprender neste post é um excelente remédio para estimular a tireoide e, por consequência, o metabolismo.

É ótimo para reforçar o tratamento de hipotireoidismo. O hipotireoidismo ocorre quando a glândula tireoide não produz a quantidade ideal de hormônios.

Este problema afeta ambos os sexos, porém a maioria das vítimas são mulheres com mais de 50 anos de idade. A tireoide é muito importante para o organismo e, quando não funciona bem, pode provocar aumento de peso.

É rico em vitaminas, minerais e antioxidantes, e o bom é que são ingredientes simples, portanto, é uma fórmula que pode ser feita por qualquer pessoa.

Na sua composição, destaque para a canela, que ajuda a controlar a glicose e estimula o metabolismo. A noz-moscada, outro ingrediente, melhora a disposição e também estimula o metabolismo. O suco de laranja é rico em vitamina C, que é essencial para muitos processos do nosso corpo.

O limão é extremamente terapêutico e alcaliniza o sangue, além de ajudar a desintoxicar o organismo. O óleo de coco é excelente para a tireoide, especificamente para o hipotireoidismo.

No livro “Óleo de Coco, a gordura saudável”, do Dr. Wilson Rondó, encontramos a seguinte informação: O óleo de coco melhora a função da tireoide.

Quando as pessoas com hipotireoidismo (produção insuficiente de hormônio tireoidiano) começam a consumir o óleo de coco, elas frequentemente referem aumento de energia pela melhora da função tireoidiana. Muitos indivíduos que sofrem com problemas de tireoide são capazes de eliminar a medicação para tireoide até completamente quando começam a consumir óleo de coco.

Obviamente você não deve nunca suspender a medicação sem consultar seu médico. Essas informações já nos dão uma ideia da eficácia deste medicamento natural.

Agora vamos à receita: INGREDIENTES 1 litro de água filtrada 500 ml de água de coco 1 pedaço de 4-5 cm de gengibre fresco 1 colher (chá) de canela em pó 1 colher (sopa) de óleo de coco 1 quarto de copo de suco de cranberry (opcional) 1 pitada de noz-moscada Meio copo de suco de laranja natural (feito na hora) O suco de 2 limões pequenos (feito na hora) MODO DE PREPARO Aqueça a água e, quando começar a ferver, acrescente as especiarias (canela, gengibre e noz-moscada). Coloque no fogo baixo e deixe ferver por alguns minutos. Desligue o fogo e espere esfriar. Acrescente o suco de limão, o de laranja, a água, o óleo de coco, o suco de cranberry (opcional) e misture bem. Vá consumindo esta mistura durante o dia (pode conservar na geladeira). Tome em ciclos de 15 por 7, ou seja, 15 dias de consumo e 7 de descanso. Contraindicação: para quem tem pressão alta.

Chás para Hipertireoidismo Um bom remédio caseiro para hipertireoidismo é tomar o chá de erva-cidreira, de agripalma ou chá-verde diariamente porque estas plantas medicinais possuem propriedades que ajudam a controlar a função da tireoide.

No entanto, eles não excluem o tratamento indicado pelo médico. O hipertireoidismo muitas vezes é provocado pelos medicamentos utilizados no tratamento contra o hipotireoidismo e, por isso, quem sofre com esta doença deve ter um bom acompanhamento médico e realizar exames de sangue que avaliam os valores de TSH, T3 e T4 na corrente sanguínea, pelo menos 2 vezes ao ano.

Os melhores chás para controlar o hipertireoidismo são:

Chá de erva-cidreira O chá de erva-cidreira é uma ótima opção para aliviar os sintomas do hipertireoidismo, pois possui propriedades calmantes, ajudando a promover o sono e combater o nervosismo.

Como fazer

Para fazer o chá basta adicionar a erva-cidreira à água fervente, tapar e deixar repousar por 5 minutos. Em seguida, coar e tomar pelo menos 3 vezes ao dia.

Chá de agripalma A agripalma é uma planta medicinal que também pode ser utilizada para tratar alterações da tireoide e combater os sintomas de ansiedade.

Como fazer

O chá de agripalma deve ser feito juntando 2 g de folhas amassadas de agripalma em 1 xícara de água fervente, deixar repousar por 3 minutos. Em seguida, coar e tomar 1 ou 2 vezes ao dia.

Chá verde O chá verde possui propriedades antioxidantes e é capaz de purificar o organismo, podendo ser utilizado para combater os sintomas do hipertireoidismo. No entanto, o chá verde deve ser consumido preferencialmente sem cafeína, pois pode ter reações com outros medicamentos.

Assim, outra forma de consumo do chá verde é através de cápsulas de chá verde e, neste caso, recomenda-se a ingestão diária de 300 a 500 mg de chá verde por dia.

Como fazer

O chá é feito com 1 colher (de chá) do chá verde sem cafeína em 1 xícara de água fervente. Depois, deve-se deixar repousar por 3 minutos e tomar 2 vezes ao dia.

Chá de ulmária A ulmária é uma planta medicinal que ajuda a controlar a quantidade de hormônios secretados pela tireoide, podendo ser usada para tratar o hipertiroidismo.

Como fazer

Para fazer o chá, deve-se colocar 1 colher de sopa de folhas secas de ulmária em 1 xícara de água fervente, repousar por 5 minutos e tomar morno 1 ou 2 vezes ao dia.

Cuidados ao consumir os chás Os chás devem ser consumidos de acordo com a orientação do médico para que não haja efeitos colaterais ou reações com outros medicamentos. Assim, o chá de agripalma não deve ser associado com sedativos e o chá verde deve ser isento de cafeína, caso contrário pode agravar o hipertireoidismo.

Os Sinais Que Você Não Deve Ignorar: Principais Sintomas do Câncer de Tireoide O câncer de tireoide, embora relativamente comum, pode ser silencioso em seus estágios iniciais. Mas, ao prestar atenção aos sinais e sintomas do seu corpo, você pode aumentar as chances de detecção precoce e tratamento eficaz.

Um Nódulo na Garganta: Um nódulo firme e indolor na região anterior do pescoço, abaixo do “pomo de adão”, é o sintoma mais comum. Monitore o tamanho, a forma e a consistência do nódulo ao longo do tempo. Nódulos crescendo rapidamente ou com alterações na textura podem ser motivo de preocupação. Alterações na Voz: Rouquidão persistente, voz abafada ou rouca, sem causa aparente, pode indicar um tumor afetando as cordas vocais. Dificuldade em cantar ou falar em tons altos também são sinais a serem observados. Dificuldade para Engolir e Respirar: A compressão da traqueia ou do esôfago por um tumor em crescimento pode causar: Sensação de aperto na garganta. Dificuldade para engolir alimentos sólidos ou líquidos. Tosse frequente, especialmente após se alimentar. Falta de ar ou respiração ofegante. Outros Sintomas Possíveis: Inchaço no pescoço, conhecido como bócio. Dor na região anterior do pescoço, podendo irradiar para os ouvidos. Sensação de plenitude na garganta, mesmo sem se alimentar. Dor de ouvido sem causa aparente. Linfonodos aumentados no pescoço. Fadiga inexplicada, perda de peso e alterações no apetite. A Importância da Consulta Médica: Ao notar qualquer um desses sintomas, consulte um médico o mais rápido possível. O médico poderá realizar um exame físico e solicitar exames complementares, como ultrassom, cintilografia e biópsia. O diagnóstico precoce aumenta significativamente as chances de cura do câncer de tireoide. Ações Preventivas:

Realize exames físicos regulares com seu médico. Mantenha uma dieta saudável e equilibrada. Pratique atividade física regularmente. Evite o tabagismo. Mantenha o peso corporal adequado. Ao conhecer os principais sintomas do câncer de tireoide e tomar medidas preventivas, você estará mais protegido contra essa doença. Esteja atento ao seu corpo e procure ajuda médica ao notar qualquer sinal preocupante.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos e familiares para aumentar a conscientização sobre a doença!

Lembre-se: Este texto não substitui a consulta médica. Se você apresenta algum dos sintomas, procure um profissional de saúde para uma avaliação completa.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *